Home » Doenças Respiratórias » Falta de Ar: O que Fazer? O que Pode Causar?

Falta de Ar: O que Fazer? O que Pode Causar?

falta de ar pode ser causada pela ansiedade, cansaço, asma, gravidez e vir acompanhada de dor nas costas, no peito e coração acelerado. A falta de ar à noite pode surgir devido a apneia do sono e é mais comum em pacientes com problemas no coração e nos pulmões.

Falta de Ar e Ansiedade

A falta de ar é um sintoma comum em pacientes que sofrem com crises de ansiedade ou mesmo com outros transtornos psicológicos, como síndrome do pânico, fobia ou transtorno obsessivo-compulsivo.

Outros sintomas além da falta de ar podem ser desencadeados pela ansiedade, como palpitações, tremores, enjoos, formigamento e medo de enlouquecer.

A fobia causa medo persistente ou paranoia sobre algo ou alguma situação, como ver sangue ou estar em um lugar lotado e isso pode vir a causar uma ansiedade leve, que acaba gerando respiração ofegante ou mesmo a falta de ar.

O transtorno obsessivo-compulsivo, por sua vez, é caracterizado por pensamentos, ideias, obsessões e comportamentos compulsivos.

O transtorno do estresse pós-traumático também pode causar ansiedade e falta de ar. A doença é caracterizada pela lembrança de um evento traumático que uma pessoa já sofreu que pode causar pesadelos e até alucinações.

Nessas horas é importante manter a calma e tentar respirar movimentando o diafragma, estirando e encolhendo a barriga bem lentamente.

Falta de Ar à Noite e Falta de Ar Dormindo

A falta de ar à noite é causada frequentemente pela apneia do sono e pela inatividade física.

A apneia do sono é um distúrbio onde o paciente tem a respiração interrompida por alguns segundos durante o sono.

A inatividade física durante o dia pode causar falta de ar à noite porque uma pessoa sedentária ou que passa grande parte do tempo sentada acumula mais líquido na parte inferior do corpo, o que faz com que as pernas e os tornozelos inchem. Quando a pessoa se deita ao fim do dia, então esse líquido começa a ir para os pulmões e se acumula, causando a falta de ar.

A falta de ar à noite pode ser causada pela dispneia paroxística noturna (DPN), que ocorre comumente em pacientes com insuficiência cardíaca ou problemas nos pulmões, como o acúmulo excessivo de sangue neles, a angina e outras doenças que envolvem os músculos e as atividades do coração.

A dispneia paroxística noturna surge quando o paciente deita-se na cama para dormir e então acorda de repente no meio da noite, com a sensação de asfixia e ansiedade e só recupera o fôlego quando se senta ou fica de pé.

Essa doença ocorre por causa do aumento do retorno do sangue venoso das pernas para o coração quando o paciente se deita. Isso acaba causando um acúmulo maior de líquidos nos pulmões (edema pulmonar) ao longo da noite, fazendo surgir a falta de ar.



Falta de Ar e Dor nas Costas

Quando a falta de ar é acompanhada de dor nas costas, isso representa, frequentemente, o acúmulo de gases no organismo, o que não é grave.

Remédios antigases, como Luftal ou Dimeticona, podem resolver o problema. Caso as dores fiquem mais forte o paciente com falta de ar pode ir ao hospital para tomar um medicamento específico diretamente na veia.

Falta de Ar na Gravidez

A falta de ar durante a gravidez é normal, tanto pelo cansaço causado pelo peso do bebê, quanto pelo fato de que o diafragma, que é essencial para a respiração, está comprimido, dificultando a respiração.

Se você tem asma ou outros problemas pulmonares adquiridos antes da gravidez ou se a dificuldade em respirar é persistente, consulte um médico.



Falta de Ar e Tontura

A falta de ar acompanhada de tontura pode ser sintoma de anemia e ansiedade generalizada, principalmente se vier acompanhada de palpitações, suores frios e tremores nas mãos e nos pés.

Se a falta de ar vier acompanhada de tonturas, desmaios, quedas de pressão e pele azulada, consulte um médico.

O que Fazer de Imediato Quando Sentir Falta de Ar?

A pessoa com falta de ar deve sentar em um local ventilado e tentar controlar a respiração com o diafragma: ao respirar ela deve contrair e relaxar o abdômen e não o peitoral. Seus lábios devem estar entreabertos e ela deve puxar e soltar o ar profundamente.

Se a falta de ar for causada por excesso de secreção nos pulmões e nas vias respiratórias, o xarope de agrião é uma ótima solução. Basta misturar 500 g de agrião com 300 g de mel e 300 ml de água e levar ao fogo mexendo sem parar até ferver. Depois é só deixar esfriar e tomar uma colher 4 vezes ao dia.

Em caso de falta de ar causada por doenças do coração e respiratórias, o tratamento medicamentoso prescrito pelo médico deve ser seguido justamente para evitar as crises de falta de ar. Pacientes com asma devem utilizar a bombinha própria que injeta o medicamento diretamente nos pulmões para interromper a falta de ar durante as crises.

Mais Causas de Falta de Ar

A falta de ar pode ainda apresentar diversas outras causas, como:


Mais Sobre esse Assunto: