» » Coceira no Corpo – O Que Pode Ser?

Coceira no Corpo – O Que Pode Ser?

A coceira no corpo é um sintoma comum de alergias, micoses, dermatites e outras doenças dermatológicas. A coceira no corpo pode vir acompanhada de “carocinhos” vermelhos na pele e outros sintomas. Outras causas incluem:

  • Candidíase cutânea, herpes e impetigo e outras doenças infeciosas na pele;
  • Diabetes e outras doenças metabólicas;
  • Doenças virais, como dengue e Zika;
  • Ansiedade e outros transtornos psicológicos.

Alergias

Um sintoma muito comum de alergias em geral é a coceira na pele, com ou sem carocinhos vermelhos. Essas reações alérgicas podem ser causadas por:

  • Picadas de inseto;
  • Uso de produtos dermatológicos, como sabonete e hidratantes, e/ou contato com produtos de limpeza;
  • Contato com certos tipos de tecidos;
  • Ingestão de certos alimentos e remédios;
  • Suor, pelos de animais ou plantas;
  • Poeira ou ácaros.

A coceira no corpo causada por alergia costuma surgir repetidamente, sempre que o indivíduo entra em contato com o que causa a alergia.

O que fazer?

Nesse caso, remédios anti-histamínicos de dose única diária podem resolver o problema facilmente, como Hixizine, DesloratadinaAllegra e Polaramine.

Doenças de pele

As doenças de pele que podem causar coceira, erupções, feridas, vermelhidão e pus são:

  • Dermatites

Dermatites são um grupo de doenças inflamatórias de causa geralmente hereditária ou autoimune, quando o próprio sistema imune ataca o organismo.

Elas costumam causar descamação, coceira intensa, vermelhidão, inchaço e bolhas. Os principais tipos de dermatite são a atópica (afeta as dobras do corpo), a seborreica (comum no couro cabeludo), de contato (que se manifesta após o contato com alguma substância irritante), herpetiforme (marcada pelo surgimento de bolhas na pele semelhantes as que são causadas por herpes), e a psoríase (marcada pela descamação intensa das células superficiais da pele).

O que fazer?

O tratamento varia de acordo com o tipo de dermatite. Em qualquer caso, o dermatologista deverá ser consultado. Poderão ser utilizados loções, shampoos, cremes, remédios antialérgicos e antibióticos, uso de ataduras e meias de compressão.

  • Micoses de pele

As micoses de pele são causadas por fungos. Seus sintomas comuns são surgimento de lesões arredondadas, com vermelhidão ou branqueamento da pele e coceira.

O que fazer?

A micose de pele é tratada com remédios antifúngicos, como Cetoconazol, Nizoral e Novacort.

  • Candidíase cutânea

A candidíase cutânea é causada pela Candida e afeta comumente as dobras do corpo com o surgimento de lesões úmidas e avermelhadas e úmidas.

O que fazer?

A candidíase cutânea também é tratada com remédios antifúngicos, como Oceral e Loprox.

  • Escabiose

A escabiose é causada por um ácaro e é chamada popularmente de sarna. Seus sintomas incluem caroços vermelhos na pele com coceira intensa. Trata-se de uma doença altamente contagiosa.

O que fazer?

A escabiose pode ser tratada com os remédios Tiabendazol e Ivermectina.

  • Herpes

O herpes é uma doença viral, crônica e sexualmente transmissível, marcado pelo surgimento das lesões que são os seus principais sintomas: pequenas bolhas, isoladas ou agrupadas, que são dolorosas e podem coçar, mais comuns nos lábios e na região genital.

O que fazer?

O tratamento é feito com remédios antivirais, como Aciclovir.

  • Impetigo

O impetigo é causado por bactérias e trata-se de uma doença bastante infecciosa. Seus sintomas mais comuns são as feridas no rosto com crostas e pus.

O que fazer?

O tratamento é feito com antibióticos.

Diabetes e outras doenças sistêmicas

O diabetes e outras doenças sistêmicas podem causar coceira pelo corpo todo prolongada porque afetam a corrente sanguínea, assim como:

  • Dengue, Zika, catapora e outras infecções virais que também enfraquecem o sistema de defesa do organismo;
  • Hepatite B e C, cirrose e outras doenças que afetam as vias biliares;
  • Insuficiência renal crônica;
  • Sequelas de AVC ou de outras doenças que afetam os nervos;
  • Doenças que afetam as glândulas, como o hipertireoidismo;
  • Doenças do sangue, como anemia;
  • AIDS ou câncer, em casos raros.

Se a coceira na pele é prolongada e não cessa com a tomada de remédios antialérgicos ou através de pomadas, o médico deverá ser consultado para investigar a fundo o sintoma.

É claro que as condições aqui citadas possuem uma série de outros sintomas que devem ser levados em consideração, portanto não é possível afirmar que apenas a coceira no corpo, isoladamente, é suficiente para diagnosticar qualquer quadro.

Ansiedade e transtornos psicológicos

A ansiedade e outros transtornos psicológicos, como depressão, TOC (transtorno obsessivo-compulsivo) e transtorno bipolar, podem causar o prurido psicogênico, termo médico que designa a coceira psicológica.

Quando o paciente ainda não tem um diagnóstico estabelecido para nenhum desses ou de outros transtornos psicológicos, o médico deverá considerar essa hipótese quando não houver causa aparente para a coceira na pele determinada nos exames.

O que fazer?

O tratamento da ansiedade ou do transtorno psicológico em questão deverá aliviar a coceira.


Leia também:

Atualizado em: 18/05/2018 na categoria: Doenças de Pele