Home » Doenças no Ouvido » Dor de Ouvido – Como Aliviar e Curar

Dor de Ouvido – Como Aliviar e Curar

A dor de ouvido pode surgir em forma de pontadas e é comum em bebês e crianças. A dor de ouvido possui diversas causas, como otite, altitude elevada, problemas no maxilar, garganta inflamada e outras condições. Os remédios para aliviar e curar a dor de ouvido incluem Dipirona e Ibuprofeno para dor, Otosporin e outros antibióticos e anti-inflamatórios em casos de infecção bacteriana.

Causas da dor de ouvido

A dor de ouvido e o ouvido doendo em forma de pontadas e fisgadas pode ser causada por:

  • Otite – febre, dor de ouvido, secreção amarelada saindo do ouvido, dor de cabeça, falta de apetite, vômitos, dificuldades para dormir, tonturas, dificuldades para escutar e perda de equilíbrio;
  • Exposição ao frio e altitude elevada;
  • Problemas na articulação da mandíbula ou deslocamento da mandíbula: causa dor no ouvido em forma de fisgadas e pontadas, dor para falar, dor para abrir a boca e dor para movimentar o rosto;
  • Amigdalite (causa dor de ouvido ao mastigar) ou tonsilite: seus sintomas incluem dor de ouvido enquanto engole, febre, amígdalas inchadas, manchas amarelas ou vermelhas nas amígdalas, pescoço inchado ou dolorido, mau-hálito, dor de estômago, rouquidão, dor de garganta e outros;
  • Entrada de objetos, insetos ou água no canal auditivo;
  • Bloqueio devido ao excesso de cera.

A dor no ouvido também pode estar ligada a problemas dentários, como molares inclusos, cáries e próteses dentárias. Em todos os casos é necessário consultar o médico otorrinolaringologista, pois se trata de uma área sensível e qualquer infecção pode causar diminuição ou perda da audição.



Dor de ouvido em bebê e criança

A otite (infecção no ouvido) é muito comum em crianças pequenas, principalmente a otite média aguda, causada pelo acúmulo de líquido no ouvido médio e proliferação de vírus e bactérias no local.

Isso acontece quando as tubas auditivas estão inchadas devido a gripes, resfriados ou sinusites, o que impossibilita qualquer líquido de circular livremente pelo local e voltar para o lugar de onde veio.

A dor de ouvido em crianças também pode estar ligada à posição horizontal e ao comprimento das tubas auditivas, que são mais curtas na infância, o que facilita as secreções do nariz de atingirem o local.

Como saber se o bebê está com dor?

Para detectar a dor de ouvido em crianças, fique atento(a) se, após um resfriado, gripe ou sinusite, ela apresenta febre em até 5 dias, sinal de que o seu organismo está combatendo uma infecção. Outros sinais são:

  • Choro e irritabilidade;
  • Reclamação de dor;
  • Mexer muito na orelha;
  • Ficar inquieta demais;
  • Saída de secreção pelo ouvido;
  • Perda de apetite, pois ela sente dor ao mastigar, mamar e engolir;
  • Mau cheiro no ouvido;
  • Alteração no sono e dificuldade ao ficar deitada, pois ao deitar o ouvido dói mais;
  • Dificuldade para ouvir sons baixos;
  • Vômito e diarreia;
  • Problemas de equilíbrio;
  • Balançar a cabecinha para os lados diversas vezes.

O que fazer:

Para os bebês e crianças, o tratamento para aliviar e curar a dor de ouvido feito com antibióticos é o mais indicado pelos médicos. Apesar de eliminar os micro-organismos, o líquido presente no ouvido ainda pode permanecer por até três meses antes de ser absorvido pelo próprio corpo.

A consulta médica só é necessária quando a presença de líquido no ouvido estiver acompanhada de febre ou outros sintomas irritativos. A infecção também pode reaparecer devido à permanência do líquido, e a audição da criança pode ser prejudicada se a otite volta com frequência.

É preciso ter cuidado e seguir o tratamento à risca, já que uma infecção mais forte pode romper o tímpano e afetar o canal auditivo.

Dor no maxilar perto do ouvido

A dor no maxilar perto do ouvido está ligada, principalmente, à DATM – Distúrbios da Articulação Temporomandibular, que causa dificuldades para mastigar e problemas diretamente na articulação da mandíbula.

A dor de ouvido e no maxilar pode ser causada também pela sinusite, pela otite, fibromialgia, mastoidite (infecção do osso do crânio que fica atrás da orelha) e neuralgia do trigêmeo (dor permanente que afeta o nervo trigêmeo do rosto, responsável por enviar as sensações sentidas pela face ao cérebro).

Leia também:

Dor de garganta e ouvido

A dor de ouvido e garganta em conjunto pode ser um sinal de que um deles foi infectado primeiro e essa infecção se alastrou para o outro local, já que as duas estruturas são interligadas pela trompa de Eustáquio.

Os sintomas podem durar mais de três dias e a dor geralmente vem em forma de pontadas, acompanhada de febre acima de 38°C e mau cheiro ao falar, além de:

  • Dificuldade e dor no ouvido ao engolir;
  • Nódulos no pescoço;
  • Erupção cutânea e presença de pus nas amígdalas;
  • Pescoço e costas rígidas;
  • Feridas na boca;
  • Saliva e catarro com sangue.

A causa principal da dor de ouvido e garganta origina-se na garganta, através da amigdalite. Outras causas possíveis são:

  • Fumo;
  • Infecções de ouvido, otite interna ou externa;
  • Tosse, frio e gripe;
  • Consumo excessivo de álcool;
  • Ingerir alimentos muito quentes ou frios;
  • Uso excessivo da voz;
  • Alergias;
  • Infecções da úvula, seio da face ou dos dentes;
  • Febre do feno.

É importante consultar o otorrinolaringologista caso os sintomas persistam por mais de três dias.

Dor no ouvido esquerdo

A dor no ouvido esquerdo pode indicar:

  • Otite;
  • Bloqueio devido ao excesso de cera, a entrada de objetos, insetos ou água no canal auditivo;
  • Lesões por hastes flexíveis ou outros objetos inseridos no ouvido.

Dor no ouvido direito

A dor no ouvido direito pode ser causada pelas mesmas condições que causam a dor no ouvido esquerdo, tais como:

  • Otite média ou externa;
  • Bloqueio do canal auditivo;
  • Lesões no ouvido interno.

Dor de ouvido e cabeça

Dor de ouvido com dor de cabeça são sintomas que podem ser causados por DATM – Distúrbios da Articulação Temporomandibular, que afeta as articulações da mandíbula e pode causar dores intensas em toda a região. Nesse caso é preciso buscar o auxílio de um fonoaudiólogo ou otorrinolaringologista.

A dor de cabeça e ouvido também pode surgir quando há uma infecção e inflamação do ouvido. Juntamente com esses sintomas também podem surgir febre, saída de secreção pelo ouvido e mal-estar.

Remédio para dor de ouvido

Os remédios para dor de ouvido que podem ser utilizados dependem da condição que a está causando, como analgésicos e antitérmicos: Dipirona e Ibuprofeno, e antibiótico para dor de ouvido em casos de infecção bacteriana:

  • Otosporin, que também é corticoide;
  • Panotil;
  • Lidosporin;
  • Otomicina;
  • Otosynalar.

O mais indicado é consultar o médico em caso de dor de ouvido que não passa ligeiramente e inflamação para investigar o que está causando o quadro. Não é recomendado medicar crianças por conta própria, mesmo que sejam apenas remédios para dor.

Atualizado em: 06/06/2018 na categoria: Doenças no Ouvido