Home » Dúvidas » Estresse: O que Causa no Corpo? Como Tratar?

Estresse: O que Causa no Corpo? Como Tratar?

São causas do estresse as cobranças do trabalho e o dia a dia agitado. Os sintomas do estresse no corpo incluem dor muscular, queda de cabelo, fadiga e envelhecimento precoce. O estresse também causa ansiedade, nervosismo, mau humor e frustração. O seu tratamento inclui terapia, calmantes, medicamentos e remédios naturais.

Estar estressado é se sentir oprimido, pressionado, impaciente, em estado de emergência, com cansaço extremo e prestes a explodir.

Quando uma pessoa passa por situações estressantes, o corpo reage liberando alguns hormônios, incluindo a adrenalina e o cortisol, que deixam o corpo mais elétrico e agitado – coração acelerado, músculos contraídos, pressão alta, respiração ofegante e sentidos mais apurados.

O cortisol é conhecido como o hormônio do estresse e causa ansiedade e depressão, além de poder inibir a produção de serotonina, o hormônio responsável pela sensação de bom humor e felicidade.



Sintomas do Estresse Emocional

Cada um sente o estresse à sua maneira com inúmeras variáveis de ações, reações e emoções. Alguém com estresse poderá ter qualquer um dos sintomas abaixo:

  • Raiva;
  • Irritabilidade;
  • Agitação;
  • Ansiedade;
  • Pensamentos acelerados;
  • Preocupação constante;
  • Sensibilidade aflorada – a pessoa fica mais emotiva e consegue se abalar com pequenas coisas;
  • Isolamento;
  • Frustração;
  • Depressão;
  • Mau humor;
  • Problemas de memória e concentração;
  • Incapacidade de relaxar.

Uma pessoa estressada pode passar a não cumprir com suas responsabilidades por se sentir atarefado e pressionado demais.

A prostração também pode surgir e fazer com que, ao invés de agitado, o indivíduo com estresse se sinta congelado, paralisado e sem disposição alguma.

Quando o estresse atinge seu nível mais alto o paciente também pode sentir tudo ao mesmo tempo: o estresse pode fazer com que a agitação mental seja intensa mas mesmo assim o corpo continua inerte.

Sintomas Físicos do Estresse no Corpo e na Pele

Além de já estar sofrendo com os sintomas emocionais e psicológicos do estresse, o indivíduo passa para outro patamar e começa a sentir os sinais do estresse em sua própria pele:

  • Dores devido à constante tensão muscular;
  • Batimentos cardíacos acelerados;
  • Falta ou excesso de apetite;
  • Enfraquecimento do sistema de defesa do corpo, o que pode causar resfriados e outras viroses constantes;
  • Insônia ou sono em excesso;
  • Tiques nervosos: roer as unhas, balançar as pernas e pés, estar sempre fazendo movimentos repetitivos;
  • Queda de cabelo;
  • Envelhecimento precoce, surgimento de rugas, olheiras, queda de cabelo e cabelos brancos;
  • Aftas na boca;
  • Consumir álcool e/ou fumar mais do que o de costume, ou mesmo começar a beber, fumar e consumir outras drogas para relaxar;
  • Diarreia ou prisão de ventre;
  • Enjoos e tonturas.




Estresse pode Atrasar a Menstruação?

Sim! O estresse pode impactar diretamente no ciclo menstrual, pois causa alterações hormonais. Quando uma mulher está muito estressada, o cortisol (hormônio do estresse) é produzido em excesso e isso altera os níveis de estrogênio, um dos hormônios femininos que fazem parte de todo o ciclo menstrual.

Se os níveis hormonais chegarem a ficar muito desequilibrados, a menstruação pode ficar irregular ou mesmo não vir – parar completamente, dependendo da extremidade do caso.

Para aliviar o efeito do estresse sobre o ciclo menstrual, alguns especialistas recomendam consumir carboidratos quando a menstruação estiver perto de chegar para manter a produção de serotonina em ,alta!

Estresse e Depressão

Os hormônios do estresses (cortisol e outros), quando produzidos em excesso, prejudicam a saúde e atividade dos neurônios porque modificam o meio químico em que as células cerebrais desempenham suas funções.

A partir disso, até a anatomia do cérebro é alterada e diversos campos passam a não funcionar da maneira que deveriam, criando um ambiente favorável para o desenvolvimento da depressão e de transtornos de ansiedade.

Estresse na Gravidez

O excesso de estresse na gravidez pode causar partos prematuros e bebês de baixo peso, pois ele libera hormônios que fazem com que o útero se contraia e seja menos irrigado de sangue, por isso é imprescindível para qualquer mulher grávida evitar o estresse a todo custo.

Além do mais, qualquer pessoa estressada tem seu organismo e seus hábitos alterados: sono desregulado, alimentação desequilibrada, má digestão, menor absorção de nutrientes e enfraquecimento do sistema imunológico. Tudo isso contribui para uma gestação de risco e mal desenvolvimento do bebê.

Por mais que a realidade exija da mulher grávida a mesma força e vigor no trabalho e no dia a dia, é importante saber até onde ir. O corpo da gestante precisa reservar energias para fornecer ao bebê e por isso é totalmente natural esperar uma pequena queda em sua força de trabalho.



Estresse – Forma de Reagir ao Perigo

Pouca gente sabe, mas o estresse é uma reação física normal do corpo acionada nos momentos de perigo ou em situações de emergência, quando estamos sob pressão.

Ele é importante pois pode causar reações através da liberação de hormônios e servir como um mecanismo de autoproteção, nos deixando mais atentos aos perigos e prontos para reagir ou fugir. Mas quando ele se torna constante e sentido todos os dias nas atividades corriqueiras do trabalho ou mesmo em casa isso é sinal de que o corpo e a mente não estão nada bem.

Estresse Ligado a Outras Doenças

Há doenças que podem promover o estresse e outras que podem ser causadas por ele, por isso é preciso ter bastante cuidado com o que parece ser apenas um sintoma emocional passageiro.

Doenças que podem ser causadas pelo estresse:

Doenças que causam estresse:

Tratamento para o Estresse

O tratamento para o estresse dependerá muito de qual é a sua causa e o que ele está provocando em seu organismo. O tratamento poderá envolver:

  • TCC – Terapia Comportamental Cognitiva;
  • Hipnose;
  • Meditação e yoga;
  • Prática de exercícios físicos;
  • Calmantes naturais;
  • Medicamentos ansiolíticos, que têm propriedades sedativas e calmantes.

Confira também:

Como Tratar o Estresse: +30 Remédios e Dicas!


Mais Sobre esse Assunto: