» » Gases – Dor nas Costas, Dor no Tórax: O que Pode Ser?

Gases – Dor nas Costas, Dor no Tórax: O que Pode Ser?

Os sintomas de gases incluem estufamento, estômago alto e flatulência. Gases também podem causar dores nas costas, no tórax e no abdômen, em forma de pontadas ou não. Os sintomas de gases estomacais e intestinais também podem variar entre si.

Gases estomacais podem apresentar sintomas como:

  • Arrotar frequentemente;
  • Sensação de estômago pesado, estômago sempre alto e perda do apetite;
  • Desconforto gástrico;
  • Azia, falta de ar e fisgadas no peito.

Gases intestinais podem apresentar os seguintes sintomas:

  • Dor intensa no abdômen, que pode ser em forma de pontada;
  • Barriga dura e inchada;
  • Flatulência (soltar muitos gases);
  • Constipação (prisão de ventre);
  • Cólica intestinal (sentida nas costas).

Por que Gases Causam Dor nas Costas?

Os gases causam dor nas costas porque, quando estão em excesso, se alojam por toda a cavidade abdominal, inclusive nessa região, superlotando o espaço, causando inchaço e comprimindo outros órgãos no local.

Os gases em excesso no intestino também causam cólicas no órgão, que são sentidas nas costas. Essas dores são, muitas vezes, sentidas em forma de pontadas finas.

Sintomas de Gases no Tórax e no Peito

Os gases também podem se acumular no tórax e no peito e comprimir os órgãos da região, o que causa dor. As bolhas gasosas costumam se movimentar para cima, da direita para a esquerda. Por isso que sentir dor causada por gases nessa região é comum.

Muitas pessoas confundem uma fisgada no peito ou mesmo nas costas, mas na mesma região do coração, com um possível sintoma de infarto, mas, na maioria das vezes, essa dor que também pode estar acompanhada de falta de ar é um sinal do acúmulo de gases na região.

Excesso de Gases Pode ser Câncer? O que Pode Ser?

Alguns tipos de câncer possuem o excesso de gases como um sintoma. O câncer de ovário, por exemplo, pode incluir dentre os seus sintomas a flatulência e o inchaço no abdômen.

O excesso de gases também pode estar presente no quadro sintomático do câncer colorretal, onde tumores malignos podem se desenvolver no intestino ou ânus.

Gases também podem ser sintomas de doenças menos graves, como a intolerância à lactose, intolerância ao glúten e síndrome do intestino irritável.

Quando os gases causam estufamento, barriga dura e inchada, dores e flatulência em excesso, é fundamental procurar o gastroenterologista, o médico especialista responsável pelo sistema gastrointestinal.

Ele irá investigar a causa da produção e acúmulo de gases em excesso através de testes de intolerância alimentar e exames de imagens, como a colonoscopia e/ou endoscopia, além de rever todo o estilo de vida do paciente, incluindo a alimentação.

Como se Livrar dos Gases?

A produção dos gases pelo organismo é um processo que ocorre naturalmente no processo de digestão dos alimentos durante a fermentação dos mesmos.

O problema maior acontece quando eles são produzidos em quantidade anormal e têm dificuldade em ser liberados devido a uma série de fatores, como predisposição genética, ingestão de alimentos que provocam mais gases e ingerir ar enquanto come, por exemplo.

Mas como evitar a formação em excesso de gases?

Para isso, é preciso evitar ingerir em grande quantidade alimentos que intensificam o processo de fermentação e produção de gases, como feijão, brócolis, cebola, couve, batata e repolho, refrigerante, cerveja, leite e derivados com lactose.

Manter uma alimentação saudável é fundamental, mas não só isso: é preciso ingerir alimentos e líquidos adequadamente, mastigando sempre de boca fechada e bem lentamente. Outra dica super importante é evitar ingerir alimentos quentes ou gelados demais.

E não se esqueça de fazer exercícios físicos regularmente para manter o intestino trabalhando a todo vapor e fazer massagens abdominais para auxiliar no processo de eliminação dos gases.

Confira também:

10 Remédios e Chás Naturais para Eliminar os Gases de Vez!

Atualizado em: 22/05/2018 na categoria: Doenças no Estômago