Home » Indisposição » Mal-Estar – O que Causa? O que Fazer?

Mal-Estar – O que Causa? O que Fazer?

O mal-estar pode surgir no estômago ou em todo o corpo e estar acompanhado de tontura, dor de cabeça, enjoo e fraqueza, suor frio e vômito. O mal-estar pode ser causado por gravidez, indigestão, hipoglicemia, ansiedade, além de:

  • Pressão baixa ou alta;
  • Problemas digestivos;
  • Intoxicação alimentar;
  • Gastrite;
  • Síndrome do pânico;
  • Dor de cabeça;
  • Gripes, resfriados e outras viroses, que podem causar dor no corpo;
  • Labirintite;
  • Problemas cardíacos.

Mal-estar no estômago

O mal-estar no estômago é causado, geralmente, pela indigestão (dispepsia). Além da indigestão, o mal-estar na barriga pode surgir como consequência da azia, de intoxicação ou alergia alimentar.

Outros sintomas que acompanham a indigestão são:

  • Enjoo;
  • Dor no estômago;
  • Sensação de queimação;
  • Refluxos constantes;
  • Inchaço no abdômen;
  • Arrotos.

Como evitar o mal-estar no estômago



  • Evite alimentos gordurosos, fritos ou muito temperados;
  • Não coma muito de vez, é preferível fazer 6 refeições por dia, comendo em pequenas porções para facilitar a digestão e evitar o inchaço;
  • Não fique sem comer por mais de 3 horas;
  • Não abuse de bebidas alcoólicas e de cigarros;
  • Evite o estresse;
  • Prefira sempre alimentos saudáveis e sem conservantes.

Tontura e mal-estar

Tontura e mal-estar são sintomas comuns presentes em casos de:

  • Labirintite e outras doenças do aparelho vestibular localizados no ouvido interno;
  • Hipoglicemia;
  • Pressão baixa ou alta;
  • Crises de ansiedade;
  • Ataques de pânico.

Se o mal-estar e a tontura surgirem juntamente com febre, fraqueza localizada em algum membro, perda da consciência, dor no peito, vômitos ou dificuldade para falar, o paciente deve ser levado à emergência imediatamente.

Leia também:

Mal-estar na gravidez

O mal-estar na gravidez é provocado principalmente pelos enjoos do primeiro trimestre, comuns para a maioria das gestantes, além da azia. A hipotensão (pressão baixa), hipoglicemia (queda das taxas de açúcar no sangue) e hipertensão (pressão alta) também podem causar mal-estar e é importante saber identificar cada caso.

A pressão baixa costuma causar suores frios, fraqueza, visão turva e sensação de desmaio, assim como a hipoglicemia, que acontece especialmente quando a gestante fica muito tempo sem se alimentar. O calor também pode fazer a gestante passar mal mais facilmente.

A pressão alta é perigosa na gravidez, pois pode ser sinal de pré-eclâmpsia ou eclâmpsia. Fique atenta a sinais como dores no peito e dores de cabeça constantes. O mal-estar prolongado deve ser reportado ao médico.

Como evitar o mal-estar na gravidez

O mal-estar causado por enjoos e pela azia pode ser tratado com medicamentos como Leite de Magnésia e Plasil, além de algumas medidas simples, como chupar balas de limão ou gengibre.

Para evitar a hipoglicemia é importante que a gestante não fique por mais de 3 horas sem se alimentar e ingira muitas frutas, verduras e legumes.

É importante controlar a ingestão de sal para prevenir a ocorrência de pressão alta.

Tontura, enjoo, ânsia de vômito, dor de cabeça, fraqueza e mal-estar – Estou grávida?

Se você manteve relações sexuais sem proteção no último mês e está com a menstruação atrasada você pode, sim, estar grávida, pois todos os sintomas acima listados podem surgir no início da gravidez, a partir da quarta ou quinta semana de gestação.

Mas não se desespere antes do atraso menstrual, faça o teste sanguíneo de gravidez para confirmar essa possibilidade a partir do segundo dia de atraso ou mesmo o teste de farmácia a partir do sétimo dia de atraso.

Tontura, enjoo, ânsia de vômito, dor de cabeça, fraqueza e mal-estar também podem indicar labirintite e infecções gastrintestinais, como intoxicação alimentar.

Mal-estar no corpo





Geralmente, o mal estar quando acompanhado de dores corporais é causado por viroses (doenças causadas por vírus) como gripes e resfriados, além de outras mais específicas, como a dengue. Geralmente, os sintomas de viroses incluem também:

  • Febre;
  • Perda de apetite;
  • Fadiga;
  • Dor de cabeça.

Nesses casos, o mais indicado é tomar algum medicamento analgésico e antipirético para conter a febre e a dor, como Ibuprofeno ou Dipirona.

Mal-estar e fraqueza no corpo

Fraqueza acompanhada de mal-estar podem surgir em casos de:

  • Anemia;
  • Problemas hormonais;
  • Ansiedade;
  • Sinais de gravidez;
  • Crises de pressão baixa;
  • Depressão.

É importante ressaltar que a fraqueza e o mal-estar têm como causas mais comuns o estresse, noites mal dormidas, esforço físico em excesso e a má alimentação com a falta de nutrientes adequados para o organismo.

Quando o mal-estar e a fraqueza no corpo não passam mesmo depois do paciente fazer mudanças no estilo de vida, incluindo atividades físicas, dieta equilibrada, lazer, sono e descanso adequado, esses sintomas precisam ser investigados a fundo.

Suor frio e mal-estar

Mal-estar e suor frio são alguns dos sintomas de crises de pressão alta ou baixa e hipoglicemia (queda da taxa de açúcar no sangue). Esses sintomas podem vir acompanhados de enjoo, calafrio, visão turva, palpitações ou pulso mais lento e desmaio.

Em casos mais graves, o suor frio e o mal-estar surgem em caso de infarto, juntamente com outros sintomas, como dor no peito que irradia para o braço esquerdo e para o maxilar, enjoo, vômitos e palpitações.

Mal-estar e dor de cabeça

Mal-estar e dor de cabeça podem ser sinal de enxaqueca, que pode apresentar aura (sintomas visuais e neurológicos, como pontos de luz na visão e adormecimento de uma parte do corpo) ou não.

Alternativamente, o mal-estar geral e a dor de cabeça, incluindo a sensação de cabeça pesada, também são sintomas de estresse e ressaca alimentar, causada pela ingestão de alimentos muito pesados que dificultam a digestão e afetam o fígado, condição que pode provocar dor de cabeça, enjoo e mal-estar.

Quando o mal-estar vem com dor de cabeça e com sintomas como febre, calafrios, enjoos, dificuldade de movimentar o pescoço ou vômitos, pode ser sinal de doenças infecciosas, como viroses, gripe, meningite e dengue. Nesse caso o médico deve ser consultado imediatamente.

Remédio para mal-estar

Como o mal-estar pode ser causado por diversas condições, o ideal é ter o diagnóstico correto de sua causa e só tomar remédios prescritos pelo médico.

Um bom remédio para mal-estar que combate enjoos e vômitos é o Vonau Flash. Dramin e Plasil também podem ser utilizados com eficácia.

O mal-estar causado pela indigestão pode ser combatido com Domperidona e Estomazil, que também eliminam a azia, o inchaço, a queimação e a dor no estômago.

O CID de mal-estar é o CID 10 – R53, o mesmo utilizado para fadiga.

Atualizado em: 06/06/2018 na categoria: Indisposição