Home » Dúvidas » 26 Sintomas da Menopausa

26 Sintomas da Menopausa

Os principais sintomas da menopausa incluem ondas de calor, suores noturnos, secura vaginal, perda de libido, tontura e dor de cabeça, além de:

  • Ganho de peso;
  • Perda da elasticidade da pele, que fica mais ressecada;
  • Cabelos e unhas mais finos e quebradiços;
  • Dores durante as relações sexuais;
  • Ansiedade, depressão e irritabilidade;
  • Seios menos firmes e menores;
  • Insônia;
  • Ossos mais frágeis;
  • Dificuldades de concentração e problemas na memória;
  • Dor no corpo e cansaço;
  • Dores nas mamas;
  • Palpitações;
  • Infecção urinária;
  • Aumento dos pelos no rosto;
  • Inchaços corporais, principalmente na barriga.




O que é a Menopausa?

A Menopausa tem seu marco inicial confirmado um ano após o último período menstrual da mulher. Isso acontece, geralmente, a partir dos 40 anos, quando os ovários diminuem drasticamente a produção dos hormônios femininos – estrogênio e progesterona.

Junto com a menopausa, vem o fim da fertilidade da mulher, pois os ciclos ovulatórios também chegam ao fim.

Menopausa Precoce

A menopausa precoce é quando a queda hormonal acontece antes dos 40 anos. Também chamada de falência ovariana primária, a menopausa precoce causa os mesmos sintomas da menopausa comum, porém as mulheres que apresentam essa alteração têm de lidar com outras questões emocionais.

Quando uma mulher entra na menopausa ela se torna infértil e isso pode acarretar uma série de problemas emocionais em mulheres que sofrem de menopausa precoce, principalmente as que ainda querem uma gravidez.

Felizmente, a menopausa precoce é um problema bastante incomum que acontece quando a mulher nasce com menos folículos ovarianos do que o normal, ou ainda quando esses folículos são consumidos rapidamente. Não se trata de uma doença e possui os mesmos tratamentos da menopausa convencional.


Qual é o Tratamento para a Menopausa?

O tratamento para a menopausa, na maioria das vezes, é feito através de reposição hormonal e só pode ser prescrito por um médico após a realização de exames específicos.

Alguns tratamentos se baseiam na ingestão de estrogênio, mas apenas um profissional especializado pode especificar qual a melhor opção para cada caso.